Seguros de carros mais baratos

Os seguros de carros mais baratos são personalizados e atendem à demanda de diferentes pessoas e necessidades. Uma pessoa que mora em uma cidade grande por exemplo, precisa de uma cobertura para vários sinistros, incluindo o dano à terceiros.

Qual o melhor seguro para carros e mais barato?

Quem dirige pelas ruas de grandes centros urbanos, sabe que está sujeito a vários imprevistos como, por exemplo, acidentes, vendavais, inundações e roubos.

Ter um veículo hoje em dia é uma questão de necessidade, e não mais por luxo ou vaidade. Por essa conta, foram criados diversos seguros que atendem às demandas individuais e coletivas de pessoas e empresas, tais como:

– Seguros de vida

– Seguros de viagem

– Seguros de carros e de veículos de grande porte

– Seguros empresariais e de frotas

– Seguros de joias e outros bens valiosos

– Seguros residenciais 

No Brasil, existem várias seguradoras de renome e que podem auxiliar o segurado na busca de uma proteção que lhe atenda completamente.

A questão do preço pode ser bem relativa, já que uma cobertura completa sendo mais cara, atende melhor uma determinada pessoa ou empresa do que uma cobertura mais simples, por isso é importante pesquisar qual o melhor seguro para carros e mais barato.

O que deixa o seguro mais barato?

Se uma cobertura completa de seguro não se encaixa no orçamento de todas as pessoas, quais os itens que podem ser retirados ou desconsiderados para que o seguro fique mais barato? Confira as informações que podem deixar o seguro mais em conta!

1-Deixar o carro na garagem pode diminuir e muito o risco de furtos e roubos, bem como o preço do seguro.

Leia Também:  Aumenta a procura por consórcios como forma de investimento

2-Colocar o seguro no nome de motoristas jovens pode não ser uma boa ideia, já que infelizmente os índices mostram que a maior incidência de acidentes e sinistros ocorrem quando eles estão no volante.

3-Se a seguradora oferecer o serviço de rastreamento do veículo por GPS e outros equipamentos de segurança, pode ser uma ideia instalar esses aparelhos no veículo, reduzindo o valor do seguro.

4-Escolher um número completo de proteção para veículos, residências e para os familiares é importante, mas também devem ser considerados os gastos desnecessários, aqueles que só encarecem o seguro.

5-Se o motorista renovar o seguro sem tê-lo usado, ele ganhará um bônus ou desconto para a renovação no ano seguinte, sem o risco de perdê-lo caso escolha outra seguradora e troque de carro, por exemplo.

6-Cada família possui necessidades específicas de um seguro que devem ser respeitadas, pois o que atende bem uma determinada pessoa, pode não servir para outra.

O que diminui o valor do seguro do carro não são apenas os serviços escolhidos, mas também o ano do veículo, a rotina do motorista, a necessidade de uso do carro, se ele precisará de outros seguros como o residencial, de viagem ou de saúde, por exemplo, tudo isso influencia no valor a ser pago no final.

Muitos ainda se perguntam: eu preciso mesmo de um seguro de carro? A resposta pode ser mais complexa do que sim ou não, por isso é preciso considerar os riscos que ela a pessoa está disposta a correr todos os dias.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.